sexta-feira, 1 de abril de 2011

Minimizando



Quase sem ar
O mesmo medo que deteriora
Falsamente me protege
Indaga meu ser
Bastardo alter ego!
Chega de ditar o que devo ou não fazer!
Finge que não me escuta...
Garanto que pode me ouvir muito bem!
Quer que viva a sua vida ao invés da minha?
Desfaleça-se antes!
Não vou sentir sua falta!
(Talvez...)
... só um pouco...

Nenhum comentário: