quinta-feira, 26 de maio de 2011

Amor A Tarde...



Mesmo que tudo possa nem parecer, nem quero que acredites,,, Apenas sinto falta de mim... E nunca quis encontrar em alguém quem sou... Tantos dizeres, tantas preocupações com o quê? Só de você... Quantas vezes só precisei saber que alguém se importava não só com si mesmo... mas também comigo... com o que me levou a pensar dessa forma... Não consigo ver o amor assim, sem essa preocupação e como o assunto me chega de todas as formas possíveis, mesmo me prometendo sempre que não, sempre dou as dicas... mas creio que sempre são insuficientes... sempre me torno longe... 'inalcansável'... Ah1 Quantas vezes ouvi essa palavra nos últimos 29 anos!!!!! Alguém sabia disto?... Alguém se permitiu ao menos tentar saber o porque, diretamente me perguntando? Não!!!! Sempre me tornam o 'vilão' de suas histórias! Sempre me corrompem com suas sedes de 'não se sabem oquê!' Tento, logo existo, logo insisto, mas também, um dia desisto! Sem 'duo', resta só o 'solo'. O 'solo mio'! Quão egoísta sou!!!! É bem mais fácil se dizer 'do que', sem saber o porque... Grandes desabafos!!! E quando assimilaremos isso e finalmente tomaremos frente do que se é preciso fazer, sem transferências? Quem tem ou possue essa 'formúla' e acredita o suficiente, a ponto de afirmá-la como absoluta? Sempre o faço!  Não sou 'ninguém' melhor que ninguém, visto que todos nascemos em iguais condições de estrutura. O psicológico, esse, quem o possue em plena consciência, é responsável por difundir! Fácil julgar, difícil, ouvir julgamento! Fácil dizer que tudo que se ouve é o que não se permite ser ouvido. Difícil, é olhar para si mesmo e ser autênticamente convicto, de que suas dores interiores, jamais serão usadas para se esconder ante a verdade alheia que vem de encontro ao que não se quer sofrer. É mesmo muito estranho... os bons, pensamentos, conhecimentos alheios, verdades absolutas... morrem antes... morrem jovens...

Nenhum comentário: